Você está em: Home » Notícias

 

Notica publicada em 10/07/14 às 08:17:46 hs

Sopa instantânea não é sinônimo de comida saudável

Preparo caseiro é disparadamente mais nutritivo e pode ser tão prático quanto às semiprontas.
Com o friozinho chegando, é hora de ficar atento a mais um detalhe na alimentação! Veja só: ao pensar nas características de uma sopa, o que vem à sua mente? É muito provável que na listagem estejam as seguintes descrições: leve, nutritiva e saudável, não é? Porém, não é dessa forma que ocorre sempre. As sopas instantâneas, aquelas que compramos no mercado, são o exemplo mais sólido do quanto podemos estar iludidos ao acreditar que estamos consumindo algo mais saudável. 

O que há de “errado” com as famosas sopas em pacotinho? 
O que ocorre é que elas estão no grupo dos alimentos ultraprocessados, ricos em aditivos alimentares - ingredientes que possuem o intuito de modificar as características biológicas, químicas, físicas e sensoriais do alimento, para deixar o preparo mais atraente nos quesitos sabor, cor, aroma e textura. 

O alto índice de sódio é outra característica das sopas industrializadas. A Organização Mundial da Saúde recomenda que seja consumido menos de 2000 mg de sódio por dia, porém há sopas semiprontas que apresentam cerca de 1000 mg de sódio em sua composição. Portanto, em apenas uma refeição você pode chegar a consumir a metade do recomendado para o dia todo. 

Adira à sopa caseira
Preparar a sopa em casa é uma das alternativas mais eficazes para garantir que você esteja consumindo algo mais saudável e nutritivo, sem contar que pode ser extremamente prático. Confira duas receitas deliciosas e fáceis de preparar:
 




Fonte: www.unimed.coop.br