Você está em: Home » Notícias

 

Notica publicada em 28/05/12 às 09:02:23 hs

Como melhorar a alimentação do seu filho adolescente?



Repórter: Francine Cadore Designer: Pabla Vieira

Estimular a refeição em família e opção por frutas, verduras e alimentos integrais é o caminho para a alimentação saudável

22 Maio 2012 - Adolescentes gostam de liberdade, têm dificuldade em aceitar regras e normalmente não gostam de seguir horários. O comportamento típico da faixa etária dos 12 aos 20 anos se estende à alimentação. Deixar de seguir o padrão alimentar da família passa a ser uma questão de “independência“ a muitos jovens, dizem os especialistas. A mudança para a alimentação menos saudável, justamente no momento em que se necessita de grande quantidade de nutrientes, pode comprometer o desenvolvimento e favorecer o aparecimento de doenças cardíacas, pressão alta, obesidade e depressão.

Para a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), dois fatores podem explicar a opção dos adolescentes pelos alimentos menos nutritivos: os jovens passam menos tempo em casa e a maioria faz somente uma refeição com a família. Na rua, fast foods e produtos industrializados acabam sendo mais atraentes porque são práticos e estão prontos para o consumo.

Os lanches e as refeições rápidas geralmente têm grandes concentrações de açúcares simples e gorduras. Pobres em vitaminas, sais minerais e fibras, estes produtos, quando consumidos frequentemente, favorecem a carência nutricional de ferro, zinco, cálcio e vitaminas – essenciais para a formação e fortalecimento de ossos e dentes, por exemplo. Tanto os excessos, quanto as restrições alimentares, podem provocar problemas como peso acima do ideal, diabetes, excesso de colesterol, hipertensão, depressão e doenças cardíacas nos adolescentes.

Outro hábito que prejudica a alimentação dos jovens é a ausência do café da manhã. Um levantamento da SBP indicou que 30% deles costumam pular a primeira refeição do dia, e quando a fazem, ingerem alimentos não recomendados.

Qual a quantidade de alimentos que o adolescente precisa comer para crescer saudável?

A pirâmide alimentar dá uma ideia da quantidade de cada grupo de alimentos que o adolescente deve comer por dia. O número de porções pode variar de acordo com o sexo, idade, peso e frequência da atividade física. Para mais orientações, convém consultar o pediatra, nutricionista ou nutrólogo.